Menos promessas

Já faz uns dois ou três anos que minha promessa por aqui se repete, por escrito-publicado ou mentalmente: neste ano, vou voltar a resenhar minhas leituras. Dói bem mais na mente do que na falta do escrito-publicado não cumprir o que digo a cada janeiro.

Por isso, dessa vez, não prometo nada. Mas faço uma tentativa: ao menos escolher uma frase da leitura, assim que a última página do livro chegar, para dividir por aqui.

Para O escuro que mora dentro do escuro (Anna Claudia Ramos, Panda Books): “Coragem é coisa de se aprender”.

Ah, menos promessas chegam com menos cobranças. A foto do livro virá como der — hoje, em cima do lençol da minha cama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s