Uma noite na praia (Elena Ferrante, Editora Intrínseca)

Eu já falei tantas vezes de Elena Ferrante que você, que me acompanha, já deve estar até cansado. Mas, dessa vez, o assunto não é a tetralogia napolitana. Vim para escrever sobre um livro infantil da autora italiana. Isso mesmo. Infantil.

Uma noite na praia foi escrito pelo ponto de vista de uma boneca – a que está na capa. Como o nome indica, ela passará uma noite na praia. E vai encarar muitos perigos. Até aí, nada demais. A surpresa vem do fato de se tratar de uma boneca que fala – ao menos para os ouvidos de alguns. E é isso o que a coloca em risco e também a acaba ajudando. Por trás, sentimentos muito comuns aos humanos se mostram presentes no brinquedo, como inveja, raiva, medo.

Apenas achei o desfecho um tanto óbvio demais. Se você já leu Uma noite na praia, me escreva sobre o final da história para podermos trocar experiências.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s