Confissões de um garoto tímido, nerd e (ligeiramente) apaixonado (Thalita Rebouças, Editora Arqueiro)

Foi a primeira vez que li Thalita Rebouças. E quase abandonei Confissões de um garoto tímido, nerd e (ligeiramente) apaixonado por causa de dois erros no primeiro capítulo – um erro gramatical e outro de narrativa. Mas que bom que minha mania de perfeição não permitiu que eu deixasse o livro de lado.

Não é para menos que Thalita já chegou à marca dos milhões de exemplares vendidos na carreira. Ela vai ao ponto atingido por poucos desde que o mundo é mundo: a mente e o coração dos adolescentes.

A fórmula parece simples, mas é muito difícil de ser alcançada sem cair na mesmice: falar dos assuntos que fazem parte da vida de quem tem a partir de 12 ou 13 anos. Entre tantos outros, estão: fazer parte de um grupo, lidar com a timidez e com as críticas, apaixonar-se pela primeira vez, dar o primeiro beijo, descobrir do que você gosta e não ter vergonha disso.

Até uma leitora mais antiguinha, como eu (do alto dos meus quase 35 anos e 34 livros lidos apenas entre janeiro e julho de 2017), pode ser pega de surpresa com o rumo que Thalita dá a Confissões de um garoto tímido, nerd e (ligeiramente) apaixonado. Para mim, foi uma deliciosa descoberta.

Thalita, não vou revelar nenhum segredo, como você pede ao final do livro. Mas deixo aqui uma sincera admiração. Você se tornou minha mais nova inspiração literária.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s