Para educar crianças feministas – Um manifesto (Chimamanda Ngozi Adichie, Companhia das Letras)

Talvez ainda seja automático para algumas pessoas usar expressões com os filhos como: você deve se comportar como uma menina!; não é assim que um menino deve agir. Não seria muito melhor dizer: você deve se comportar como uma criança bem-educada? Afinal, queremos educar crianças mentalmente saudáveis e não meninas e meninos que se comportem seguindo padrões que há tempos deveriam ter sido abandonados.

É sobre questões como essa que a autora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie fala em Para educar crianças feministas. A ideia do livro surgiu a partir do pedido de conselhos de uma amiga de Chimamanda, que havia acabado de ter uma bebê. Tornou-se um manifesto cheio de ideias úteis.

As sugestões, infelizmente, ainda não são necessariamente fáceis de aplicar nos dias de hoje. Mas devem ser tentadas pelos pais se, em um futuro não muito distante, quisermos que a educação de nossas crianças em relação à igualdade de direitos entre homens e mulheres deixe de ser algo tão preocupante.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s